RESENHA


ARTES

Um olhar discursivo sobre o processo de subjetivação do indígena em dispositivo didático

A discursive view on the process of subjectivation of the indigenous in didactic device

Icléia Caires Moreira*
Vânia Maria Lescano Guerra**





     

Resumo:

A partir de um olhar discursivo-desconstrutivo sobre o Guia Didático “Cineastas Indígenas para Jovens e Crianças”, este artigo problematiza os efeitos de sentido de in-exclusão dos sujeitos indígenas das etnias Wjãpi, Ikpeng, Panará, Ashaninka, Mbya-guarani e Kisêdjê, que emergem desse texto produzido pela OnG “Vídeos nas Aldeias” e publicizado no ciberespaço. Pautamo-nos, transdisciplinarmente, na Análise do Discurso de origem francesa (PÊCHEUX, 1988), na arqueogenealogia foucaultiana (2014) e no pós-colonialismo (CASTRO-GÓMES, 2005; BHABHA, 2013). Nossa hipótese é a de que a representação identitária desses indígenas ocorre via discurso da sociedade hegemônica (branco), como um processo de subjetivação/identificação dos indígenas. Reflexões iniciais apontam que o discurso subjetiva esses sujeitos (re)legando-lhes ao entre-lugar da in/exclusão e da construção estereotipada de suas identidades na contemporaneidade.
Palavras Chave: Guia didático. Subjetividade. Povos Indígenas



Abstract:

From a discursive-deconstructive view on the Didactic Guide “Indígennous filmmakers for the young and the children”, this research problematizes the effects of sense of in-exclusion of the indigenous subjects of the Wjãpi, Ikpeng, Panará, Ashaninka, Mbya-Guarani and Kisêdjê ethnicities , which emerge from this text produced by the NGO “Videos in the Villages” and publicized in cyberspace. We discuss, in a transdisciplinary way, the Discourse Analysis of French origin (PÊCHEUX, 1988), in Foucaultian archeogenealogy (2014) and in postcolonialism (CASTRO-GÓMES, 2005; BHABHA, 2013). Our hypothesis is that the identity representation of these indigenous people occurs through a discourse of hegemonic society (white), as a process of subjectivation/identification of indigenous people. Initial reflections point out that the discourse submits these subjects (re) bequeathing them to the in-place of the in / exclusion and the stereotyped construction of their identities in the contemporaneity.
Keywords: Didactic guide. Subjectivity. Indigenous people.





Para citar essa obra:
MOREIRA, Icléia Caires; GUERRA, Vânia Maria Lescano; Um olhar discursivo sobre o processo de subjetivação do indígena em dispositivo didático. In: RUA [online]. no. 24. Volume 2 - e-ISSN 2179-9911 - Novembro/2018. Consultada no Portal Labeurb – Revista do Laboratório de Estudos Urbanos do Núcleo de Desenvolvimento da Criatividade.
http://www.labeurb.unicamp.br/rua/


DOI: http://dx.doi.org/10.20396/rua.v24i2.8653945

--------------------------------------------------------------------

*Doutoranda em Estudos Linguísticos na Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS/CPTL), bolsista da FUNDECT. Mestre em Estudos Linguísticos pela mesma instituição. ORCID: https://orcid.org/0000-0002-1572-8630. E-mail: icamoreira@hotmail.com.
**Docente do Programa de Pós-graduação em Letras da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (CPTL); Doutora em Linguística pela UNESPde Araraquara, com Pós-doutorado em Linguística ORCID: https://orcid.org/0000-0001-8361-2106. E-mail: vguerra1@terra.com.br.